quarta-feira, 5 de março de 2014

Fantasiando por aí.

Pequeno adora uma fantasia, adora uma bagunça, adora botar a imaginação para trabalhar ... e adora meter a mamãe no meio de toda essa encrenca.

A função de carnaval já começou  há alguns dias, vovó e vovô ainda estavam por aqui. Em pleno domingo, marido e meu pai foram para o Maracanã. Ficamos eu, Pequeno e minha mãe. E o que fizemos? Fomos para um bloquinho de carnaval.

Pequeno já havia dito que queria ir fantasiado de vampiro. Comprei uma camiseta preta básica, uma bermudinha preta, A vovó achou uns dentes de vampiro e deu pra ele. A capa já tinha em casa. Quis ser um vampiro estiloso e usou um suspensório que já tinha em casa. De resto, foi só caprichar na maquiagem.


Sexta-feira passada teve festinha de carnaval na escola. De última hora, ele improvisou um desejo:

- "Quero ir de Darth Vader."

Beleza! Usou a mesma camiseta preta, a mesma bermuda preta, a mesma capa preta do vampiro. Ele já tinha a máscara do Darth Vader e a espada. No trajeto para a escola, quando passava pelas pessoas fazia esforço para respirar forte. Segundo ele, o Darth Vader fazia isso também.


Já no sábado, fomos para rua tentar curtir alguns blocos com nossas visitas (a Dinda do Pequeno e o namorado). Para felicidade do Pequeno, a Dinda trouxe de presente uma fantasia novinha em folha: de pirata. Kit completo, com tapa olho, bandana e mão de gancho.


Ontem, na terça de carnaval, saímos novamente buscando algum bloco.

Estava tranquila, afinal de contas, minha criaturinha fantasiosa estava cheia de opções. Porém, contudo, entretanto ... óbvio que meu menino amado não quis repetir fantasia. De última hora ele solta:

- "Que tal eu ir de Mickey?"

- "Mickey?"

- "Aham ..."

Eu não gasto muito dinheiro com as invenções do Pequeno. Quem me conhece (nos acompanha aqui pelo blog) sabe, porém, que incentivo a criatividade do meu filho. E quase sempre que ele propõe algo, tento encaixar dentro das nossas possibilidades, sobretudo das minhas "possibilidades criativas" (que são bem pequeninas). Tentei pegar algumas idéias rapidinhas no Google e, logo,  baixou o "santinho das mães inventoras".

Usamos a mesma camiseta preta das fantasias anteriores (de vampiro e de Darth Vader), a mesma bermuda, as mesmas luvas  e o mesmo suspensório que usei na fantasia do Pinóquio. A orelha ele tinha de lembrança do aniver da priminha. Lápis preto de olho para pintar o narizinho. Faltava um detalhe: botõezinhos brancos na calça do Mickey. Sem muita opção, recortei círculos no papel ofício, pintei com hidrocor, grampeei na calça e ...  pronto! 


No total, não gastei nem R$15 com o que comprei. 

Gosto de transmitir ao meu filho  que sonhar é ótimo ... e não custa quase nada.

4 comentários:

  1. Olá queridos(a)!

    Ele vai te agradeçer um dia!!!

    Beijos.

    Renato Irmão do meio
    O mais Bonito

    ResponderExcluir
  2. Ele já agradece :)
    Ontem mesmo disse que sou "a mãe mais deliciosa do mundo" :))
    Bjos em todos! Saudades!

    ResponderExcluir
  3. Que maravilha: "botar a imaginação para trabalhar" esse Pequeno vai lonnnnge.
    Ficou um vampiro bonito!
    Irreconhecível de Darth Vader...
    Essas dindas sempre surpreendem seus afilhados!!! Ficou o máximo de pirata.
    A fantasia de Mickey ficou show! Essa mãe é nota 1.000!!!
    Agora qual fantasia ele vai inventar e a mãe criar para o enterro dos ossos?
    Estou aguardando fotos...
    Beijão nos 03...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ihhh, amiga! Aqui a folia de carnaval ainda segue ... até domingo tem bloquinhos :)
      Com certeza ele vai inventar algo novo ... já já veremos ;)
      Bjos!

      Excluir

Deixa um recadinho pra gente aqui, vai!